Mês das Crianças no Museu dos Brinquedos

5 de outubro de 2018 – 17:14

Outubro chegou e o Museu dos Brinquedos promete um mês inteiro de comemorações e homenagens às crianças de todas as idades.

 

Ao longo do mês (segunda a sexta, das 9h às 17h; sábado e feriados, das 10h às 17h) o espaço receberá visitantes que vão conhecer a nova exposição de longa duração, “Tempo Será – histórias e memórias do brincar” e aproveitar toda a estrutura revitalizada do espaço, que passou por recente reforma, incluindo o pátio de brinquedos e brincadeiras, a brinquedoteca. Além disso, aos sábados e feriados, o Museu traz uma oficina especial, “Criança e a Cidade”, e uma programação cultural, sempre às 16h. Ações itinerantes e formativas vão completar a programação do mês das crianças.

 

O ingresso para entrada no Museu dos brinquedos custa R$ 24, com meia entrada, para permanência no local durante todo o horário de funcionamento.

 

OFICINA ESPECIAL – CRIANÇA E A CIDADE

Nos quatro sábados e dois feriados do mês — 6, 12, 13, 15, 20 e 27 de outubro— oficinas temáticas relacionadas ao brinquedo de montar “O Pequeno Construtor” vão convidar as crianças a ‘construir’ uma cidade a partir da confecção de casas, prédios, espaços públicos e outras instalações, usando materiais simples, como papelão, caixas, tampinhas, plásticos e materiais reciclados. “No mês das crianças, o melhor presente que nós podemos dar para a infância é incentivar o pensar em nossa cidade e na sua transformação para que seja interessante, acessível e segura para todas as crianças. E, ao realizar atividades lúdicas e de reflexão sobre Belo Horizonte com a ajuda das crianças, o Museu dos Brinquedos inaugura um importante espaço de escuta da infância na cidade, afirma a diretora executiva do Museu, Tatiana de Azevedo Camargo.

 

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

Sempre às 16h, também aos sábados e feriados deste mês, o Museu irá transformar seu pátio em palco de atrações culturais. No próximo dia 6 de outubro, inaugurando a programação comemorativa, o Museu vai receber O Quintal da Guegué em “Música pra brincar!”. O espetáculo convida a plateia a participar ativamente da cena, em meio a bonecos e adereços, num momento de celebração à alegria.

 

BRINCADEIRAS NO PÁTIO, BRINQUEDOTECA E EXPOSIÇÃO DE BRINQEUDOS

E ao longo do dia, das 10h às 17h, os visitantes podem conhecer a Nova Exposição, brincar no pátio com os brinquedos tradicionais (perna de pau, de lata, elástico, corda, futebol prego, velotrol, entre outros), participar de brincadeiras coletivas e ainda aproveitar uma brinquedoteca cheia de brinquedos pedagógicos.

 

ITINERÂNCIAS

Além da programação interna do Museu, nos dias 12 e 14 de outubro dois eventos gratuitos “Se essa rua fosse minha…” vão ser promovidos pelo Museu dos Brinquedos em espaços públicos da capital mineira. No dia 12 de outubro, sexta-feira, das 15h às 18h, as atividades serão realizadas na Praça Floriano Peixoto, no bairro Santa Efigênia. Já no dia 14, domingo, 9h às 12h, o projeto ocupa a Praça da Saúde, no bairro Grajaú. Serão três horas de diversão para toda a família, incluindo oficinas de construções de brinquedos, canto do brinquedo com perna-de-pau, perna-de-lata, pula-corda, bambolê, corrida-de-saco, vai-e-vem, elástico, amarelinha, e ainda brincadeiras coletivas, como dança da laranja, corrida do saco, corrida do ovo, futebol de pano e, para fechar a programação, atrações circenses.

 

ATIVIDADES FORMATIVAS – SEMINÁRIO TEMPO DA INFÂNCIA

Fechando a programação, no dia 30 de outubro será realizado o Seminário “Tempo da Infância – Para pensar a criança”, com entrada gratuita, que reunirá em torno de 250 pessoas no auditório do Espaço de Eventos Unimed (Rua dos Inconfidentes, 44 – bairro Funcionários), entre profissionais da educação, pais, mães e interessados em debater a infância e as possibilidades da construção coletiva de uma cidade melhor para as crianças.

 

O Movimento BH pela Infância, movimento social que incentiva a reflexão sobre a cidade e a criança, integrando o debate sobre educação, cultura, alimentação, saúde e sustentabilidade, participa da programação do Museu dos Brinquedos, no Seminário Tempo da Infância e nas oficinas com as crianças que visitam a exposição Tempo Será. Para Desirée Ruas, educadora ambiental e co-idealizadora do movimento BH pela Infância, inserir as crianças no debate sobre a cidade é uma forma de dar visibilidade para as necessidades da infância no espaço urbano. “Como as ruas e outros espaços públicos são e como eles poderiam ser são perguntas que nós precisamos responder com a ajuda das crianças. Para entendermos como as crianças enxergam os processos vividos nas cidades, relacionados à ocupação, ao deslocamento, à cultura, ao contato com a natureza, ao brincar e ao lazer, é preciso que a infância seja ouvida e sua experiência seja levada em consideração”, lembra Desirée.

 

Sobre Museu dos Brinquedos

O Museu dos Brinquedos foi aberto em 2006, com a missão de preservar e difundir o patrimônio cultural lúdico da infância no Brasil. Já recebeu cerca de 86 mil visitantes, que assistiram a mais de 170 apresentações culturais e participaram de outras tantas atividades artísticas, físicas e itinerantes. Atualmente, conta com o patrocínio do Instituto Unimed-BH, Gasmig e Pif Paf Alimentos, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Mais informações pelo site www.museudosbrinquedos.org.br ou telefone (31) 3261-3992.

 

Tag:

Publicado por

Mãe do Miguel, idealizadora do BH for Kids e integrante da plataforma materna BeagáMães.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Design by Jean Gontijo